Defendemos uma Política de Verdade e quisemos uma Lisboa com Sentido. Neste novo ciclo político nasce o Crónicas Lusitanas, de militantes e simpatizantes do PPD/PSD, que querem que este seja um espaço de liberdade, debate e opinião, e sem asfixias..

01
Abr 10

 

Lembro este tema a propósito do chumbo do Orçamento da CML.

 

Com um orçamento de cerca de 600 milhões de euros, a CML gasta 500 milhões em despesas correntes operacionais.

 

Restam, 100 milhões para pagar juros, encargos bancários e investimento.

 

Se a actividade económica andar bem, sobretudo o sector imobiliário, cobram mais umas verbas e gastam mais dinheiro.

 

Como não é o caso, não só não podem gastar mais dinheiro, como deveriam adoptar medidas que evitassem "as gorduras" habituais na Administração Local.

 

Ou seja, o Governo da CML e a Oposição podiam e deviam aprovar um Orçamento que respeite os Lisboetas e sobretudo que atenda ás dificuldades que todos vivemos neste momento.

 

Ora, não é o que está a acontecer.

 

O Presidente da CML diz que aguarda que a Oposição lhe envie propostas.

 

O representante do PSD na Assembleia Municipal diz que a CML não vai conseguir vender o património que quer vender em 2010, porque o mercado imobiliário está em baixa.

 

Que pobreza franciscana !

 

Nada sobre o modelo de organização da cidade. Nada sobre como melhorar os serviços aos cidadãos. Nada sobre como tornar útil as Assembleias Municipais.

 

Nada.

 

Vejamos agora o caso da Assembleia da República.

 

Quanto vai custar "aquela casinha" em 2010 ?

 

Podem aceder ao site www.dre.pt. Vejam o DR n.28- 1a Série de 10.02.2010- Resolução da AR n. 11/2010.

 

Acreditem,que é verdade. São 200 milhões de euros que se vão gastar com 230 Deputados. Cerca de 1/3 do orçamento da CML.

 

Querem saber como?

 

Para os vencimentos dos Deputados: 12,5 milhões de euros mais 2,5 milhões só para ajudas de custo.

 

Para transportes, deslocações e estadias: 6 milhões de euros.

 

Subvenção aos Partidos: 16 milhões de euros.

 

Mais ?

 

Só mais uma. No serviço de restaurantes, refeitório e cafetaria vão gastar 961.000 euros.

 

Em resumo, cada Deputado  vai custar-nos 832.197.20 euros.

 

Com que resultados ?

 

Na CML e na Assembleia da Républica o mesmo problema.

 

Nem Governo, nem Oposição querem mudar. Estão instalados num mundo pouco preocupado com Portugal.

 

Um dia destes acordam com um valente susto.

 

 

Crónica de João Pessoa e Costa às 10:46

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO