Defendemos uma Política de Verdade e quisemos uma Lisboa com Sentido. Neste novo ciclo político nasce o Crónicas Lusitanas, de militantes e simpatizantes do PPD/PSD, que querem que este seja um espaço de liberdade, debate e opinião, e sem asfixias..

13
Set 10

Cada vez mais estou adepto do Algarve fora do mês de Agosto.

 

No sábado, enviei uma mensagem para um amigo a viver em Bruxelas que dizia : " Estou na nossa praia, oiço o mar ".

 

De facto, durante o mês de Agosto, nem o mar conseguimos ouvir. Tanta gente, o ruído, os carros,

 

Em Setembro, a tranquilidade, o fechar os olhos para dormir uma boa sesta.

 

Um livro, uma caminhada pela praia, uma conversa sem ser aos gritos. O descanso. A qualidade de vida.

 

É a minha praia, quase há 30 anos.

 

No sábado á noite, fui jantar a Vila Real de St. António. Melhor á Manta Rota.

 

Na companhia do Presidente da Cãmara, o meu amigo Luis Gomes.

 

E vou repetir. Tomem nota. Restaurante "Sem Espinhas",do Frederico Folque. Muito bom e em cima da praia.

 

A seguir ao jantar, visita ás Festas de Monte Gordo.

 

Em palco, os Angels de Cuba. Um grupo musical de Cuba, liderado pelo filho do chefe da policia de Havana. Sintomático.

 

Do melhor.

 

Sabem como se chama a uma orquestra cubana, depois de uma digressão aos EUA ? Um dueto.

 

Bricadeiras á parte, Cuba vai desenvolver em VRSA um centro de tratamentos na área médica que me dizem, vai ser um sucesso.

 

Monte Gordo estava cheio de gente. O Pres. da Junta de Freguesia diz-me que a hotelaria está, desde Julho, com 100 % de ocupação.

 

Sem dúvida, que o Luis Gomes colocou VRSA no mapa do Turismo. Um concelho, com praias como a Manta Rota, Altura ou a Praia do Cabeço só pode crescer.

 

É pena que o Governo e a oposição não estejam com vontade de fazer reformas a sério.

 

O Algarve, com 16 autarquias e uma população quase igual á cidade de Lisboa, precisa de uma visão de conjunto.

 

E não a que existe, paroquial. Cada um dos 16 Presidentes de Cãmara a querer, uma universidade,um hospital, uma auto-estrada.

 

Sem falar na multiplicidade de serviços e edificios. Uns tb do Estado que não se sabe o que fazem nem para o que existem.

 

Como por exemplo, a Policia Maritima, que com os seus 5 policias "trata da nossa segurança" em todas as praias do Algarve.

 

Valha-nos os portugueses e as nossas empresas, que todos os dias, fazem como o Luis Gomes e VRSA. Fazer, fazer e deixar fazer. 

Crónica de João Pessoa e Costa às 12:07

Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO