Defendemos uma Política de Verdade e quisemos uma Lisboa com Sentido. Neste novo ciclo político nasce o Crónicas Lusitanas, de militantes e simpatizantes do PPD/PSD, que querem que este seja um espaço de liberdade, debate e opinião, e sem asfixias..

25
Dez 09

Tenho acompanhado, com a devida atenção, a decisão, de Pedro Santana Lopes, de recolher as assinaturas necessárias à convocação do congresso extraordinário do PPD/PSD.

 

Concordo que é preciso e urgente debater o projecto do PPD/PSD, para o futuro.

 

Pese embora as críticas que, de vários quadrantes, de tempos a tempos lhe são feitas - eu próprio discordei, em vários momentos, da sua opinião  - uma coisa é certa, estamos perante um dos políticos mais combativos e mais participativos do PSD  e, em geral, da nossa vida política.

 

Quem, em Portugal e ao fim de tantos anos,  após tantas vitórias e derrotas, consegue manter-se, desta forma, permanentemente na zona de rebentação das ondas? 

 

Muitos criticam, outros têm inveja, outros fogem e outros, ainda, não dão a cara. Mas, o que é certo é que Pedro Santana Lopes, está sempre pronto a contribuir, a apoiar e a projectar o PPD com a coragem de dar a cara e ir à luta...

 

É tempo de todos, sem excepção, aproveitarmos esta oportunidade e sairmos à rua - indo e participando, de todas as formas possiveís, no congresso extraordinário - e, juntos, reconstruirmos um PPD/PSD, em que todos os  portugueses revejam, por nele acreditarem, o projecto de mudança e alternativa que desejam para Portugal.

 

 


O Dr. . Pedro Santana Lopes é de facto um politico, que quer se goste ou não, tem o grande mérito de ser combativo e de não abdicar nem das suas ideias nem dos objectivos que traça. No caso em apreço deu um exemplo enorme das suas capacidades ao obter assinaturas para o Congresso e fazendo com que as pessoas começassem a discutir o que querem para o PSD. Ainda que eu não seja do PSD entendo que o momento que se vive neste partido é determinante para o futuro do sistema politico em Portugal, ou o PSD encontra finalmente uma base programática e doutrinaria que seja factor de aglutinação dos seus militantes e simpatizantes, podendo apresentar-se ao eleitores com um projecto credível e viável assente num conjunto de princípios , será de novo um partido em que as pessoas acreditam tendo assim condições para ser governo, ou então se se limita a discutir pessoas e só procura um líder irá a breve prazo passar de novo pelas situações que tem passado nos últimos anos, creio mesmo que tal decisão levará ao desmembramento do PSD em outros partidos o que a prazo conduzirá ao desaparecimento do PSD.
Esperemos que a ingovernabilidade em que se encontra o PSD se transforme rapidamente em governabilidade para bem de todos em particular do País e da democracia
Rui Clemente Lele a 31 de Dezembro de 2009 às 12:28

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
15
16
17
19

21
24
26

27
28


pesquisar
 
blogs SAPO