Defendemos uma Política de Verdade e quisemos uma Lisboa com Sentido. Neste novo ciclo político nasce o Crónicas Lusitanas, de militantes e simpatizantes do PPD/PSD, que querem que este seja um espaço de liberdade, debate e opinião, e sem asfixias..

12
Abr 10
Cavaco elogia "grande coragem" de Spínola e diz que homenagem é "ato de grande justiça"

De André Teixeira de Oliveira Ferre (LUSA) – Há 9 horas

 

Lisboa, 11 abr (Lusa)- O presidente da República elogiou hoje a "grande coragem" do marechal António de Spínola na luta por um Portugal "verdadeiramente democrático", salientando que a Câmara de Lisboa "pratica um ato de grande justiça" ao homenageá-lo no centenário do nascimento.

"Ao homenagear a figura do marechal António de Spínola, a Câmara Municipal de Lisboa pratica um ato de grande justiça, a que todos nos devemos associar com o maior júbilo", afirmou Cavaco Silva.

O chefe de Estado discursava na inauguração da Avenida Marechal António de Spínola, no prolongamento da Avenida dos Estados Unidos da América, em direção a Chelas.

 

In Lusa

 

 

Nota: Este post reproduz o take da Lusa, tal qual. Se tivesse sido eu a escrever, obviamente teria escrito "acto"!

Crónica de Rodrigo Mello Gonçalves às 00:05

12
Fev 10

 

"Acredito num Estado de direito e no primado da lei, por isso, um cidadão, qualquer um, tem o direito de recorrer à justiça quando entende que tal se justifica, mesmo quando envolve jornais e jornalistas. Não confundo este princípio com a exigência de liberdade de expressão e de imprensa, essencial para uma democracia saudável e adulta. E a necessidade de combater qualquer forma de censura que, no limite, põe em causa a democracia."

 

António Costa, Director do Diário Económico

http://dn.sapo.pt/inicio/tv/interior.aspx?content_id=1493082&seccao=Media


20
Jan 10

 

Gala Mais Portugal  Cabo Verde: Dois Povos, Uma Língua, Um Palco 
 

A Associação Mais Portugal - Cabo Verde realizou, na noite de segunda-feira,  dia 18 de Janeiro, no Coliseu dos Recreios de Lisboa, a I Gala Mais Portugal – Cabo Verde. O espectáculo, que foi apresentado por Maria João Silveira e transmitido em directo pela RTP-África,  contou, entre outros convidados, com a participação dos músicos Boss AC, Miguel Ângelo, Rui Veloso, Miguel Gameiro, Tito Paris e Sandra Horta, entre muitos outros convidados.

 

A Associação Mais Portugal-Cabo Verde, tem como Presidente honorário o Dr. Carlos Veiga - destacado político e reformador obreiro da democratização de Cabo Verde - e é liderada pelo Dr. Nuno Manalvo.

 

Durante a Gala foram entregues os prémios Mais Portugal-Cabo Verde, da autoria da Pintora Graça Morais, atribuídos a personalidades seleccionados pelo júri presidido pelo Dr. João Bosco Mota Amaral, nas categorias de Cultura - Tito Paris; Desporto - Nelson Évora; Empreendedorismo - RTP África; Responsabilidade Social - Associação de Solidariedade Social/ASSOMADA e, ainda, os prémios Prestígio 2009 e o Prémio Carreira.

 

Uma língua, dois povos, um palco foi, por assim dizer, o mote que fez convergir ao Coliseu dos Recreios uma multidão que celebrou  a amizade dos povos de PORTUGAL e CABO VERDE.

 

Em minha opinião, este tipo de acções, fazem mais pela língua portuguesa no mundo e pela lusofonia do que muitas outras "acções de gabinete".

 

Está pois, uma vez mais, de parabéns Nuno Manalvo, Presidente da Associação MAIS PORTUGAL-CABO VERDE, por mais esta iniciativa em apoio e no reforço da lusofonia.

 

Recorda-se que, Nuno Manalvo, lançou recentemente, na cidade da Praia e no Grémio Literário, em Lisboa, sob a chancela da Alêtheia Editores e com a presentação do Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa,  a obra «CARLOS VEIGA: BIOGRAFIA POLÍTICA».

 

Carlos Veiga, criador do MpD – que, na esteira da queda do muro de Berlim, conseguiu romper com o siste­ma de partido único em Cabo Verde –, foi o primeiro chefe de governo escolhi­do em eleições multipartidárias, exercendo o cargo de primeiro-ministro entre 1991 e 2000. Em 2009, regressou á liderança do Movimento para a Democracia (MpD), maior partido da oposição, nove anos depois de abandonar o cargo para concorrer às eleições presidenciais.

 

Estou certo que o Dr. Carlos Veiga tem, ainda, um significativo potêncial para pôr ao serviço de Cabo Verde e da amizade entre o povo de Cabo Verde e de Portugal.

 

CARLOS VEIGA, Um nome a ter em conta no futuro de Cabo Verde. 
 

 

Crónica de José Cal Gonçalves às 00:51
: MORNAS DE CABO VERDE

Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO